Home         Igreja Virtual         Multimídia         Cultos           Rede Gospel            Gospel FM         Igospelmail
Nesta terça-feira! Encerramento do Jejum dos Livramentos
"As sentenças não determinam o nosso futuro!", afirmou o Apóstolo Estevam Hernandes

Nesta terça-feira (28), a Igreja Renascer em Cristo encerra o Jejum dos Livramentos, com a celebração da Santa Ceia do Senhor (CLIQUE AQUI e aprenda, passo a passo, a preparará-la em casa).
 
Por conta da quarentena, os cultos serão transmitidos pela Rede Gospel de Televisão e via Facebook e YouTube, às 10, 18 e 20h. 
 
A imagem pode conter: 2 pessoas, texto
 
No período da noite, a palavra será ministrada pelo Apóstolo Estevam Hernandes.
 
"Mesmo distantes fisicamente, continuamos unidos. Nós sabemos que o nosso caminho de vitória e de superação nesta e desta tempestade está em nossa fé em Jesus. Para Ele, não há impossíveis. Por isso, como igreja, nos consagraremos e clamaremos pela interferência d'Ele nesta situação!”, afirmou ele.
 
No culto de abertura da campanha, ele leu o texto bíblico de 2 Reis 19.14 a 37 e explicou que, ao ser afrontado pelo rei da Assíria, Senaqueribe – que já havia invadido e destruído outras cidades –, Ezequias levantou um clamor para que o Senhor livrasse seu povo da destruição.
 
Todos foram salvos de um cerco em Jerusalém, após a interferência de um anjo enviado por Deus. Durante a noite, 185 mil homens do exército inimigo foram exterminados, inaugurando um tempo de paz em Judá.
 
“Deus transforma ameaças em poderosos livramentos. Não desfaleça diante das afrontas do inferno porque o Senhor vai à frente desta guerra! Os planos do inimigo serão frustrados! As evidências não determinam o resultado espiritual! As sentenças não determinam seu futuro”, declarou o Apóstolo.
 
Acompanhe, a seguir, a ministração na íntegra:
 
 
Relembre também os temas, as bases bíblicas e as orações da campanha:
 
7 de abril, terça-feira:
 
A vergonha do Inimigo pelo poderoso livramento (Isaías 37.36-38 e 2 Crônicas 32.21)
 
Oração: “Neste início de jejum, eu recebo no meu espírito a Palavra Profética que produz os livramentos do Senhor em todas as áreas da minha vida. Nenhum levante do inimigo vai prosperar, pois eu estou firmado na palavra que sai da boca do profeta. O inimigo que me assolava e que eu não conseguiria vencer humanamente está debaixo dos meus pés, pois Deus vai enviar o Seu anjo para destruir as obras e os intentos do inimigo, em nome de Jesus, amém!”
 
8 de abril, quarta-feira:    
          
Impedir o inimigo de acessar as fontes de suprimento (2 Crônicas 32.2-4)
 
Oração: “Eu me levanto no poder deste Jejum para declarar que onde eu estava fraco a partir de agora eu me torno forte! Eu estou tapando toda fonte que gerava fragilidade emocional e espiritual. Cubro os meus traumas com o sangue do cordeiro, para definitivamente dar um fim aos pensamentos que queriam me roubar. Eu me reanimo no Senhor e, fortalecido, profetizo que viverei um tempo de restauração, em nome de Jesus, amém!”
 
9 de abril, quinta-feira:
 
Preparar-se para resistir ao inimigo (2 Crônicas 32.5-6)
 
Oração: “Revestido da autoridade espiritual deste jejum eu permanecerei firme e não irei me entregar às lutas que estou passando. Vou resistir ao diabo e verei, em nome de Jesus, ele fugir de mim. Utilizo as armas espirituais, pois elas são as marcas das minhas vitórias. Eu sou mais que vencedor e a autoridade da Igreja Apostólica é a minha cobertura e garantia de que o milagre vai acontecer, em nome de Jesus, amém!"
 
10 de abril, sexta-feira:
 
Maior é aquele que está com a Igreja (2 Crônicas 32.7-8)
 
Oração: “Eu sei que maior é o que está em mim do que o que está no mundo. Jesus Cristo, meu Senhor e Salvador, tem o nome sobre todo o nome. Eu não serei dominado pelo medo, pois confio no Rei dos reis e Senhor dos senhores. Ele é meu escudo e fortaleza, Ele guerreia as minhas guerras e me protege. Nenhuma arma do diabo prosperará contra a minha vida! Eu viverei o plano perfeito de Deus, em nome de Jesus, amém!”
 
11 de abril, sábado:
 
Rejeitar o domínio do Inimigo (Isaías 36.4, 7 e 10)
 
Oração: “A minha vida não está debaixo dos propósitos do inimigo. Eu quebro toda maldição hereditária, toda brecha e legalidade espiritual que pesava sobre mim. Rejeito os traumas e palavras contrárias, porque estou debaixo da benção do Senhor. Não existe encantamento contra o Povo de Deus e, coberto pelo sangue de Jesus Cristo, viverei a libertação, pois as afrontas do diabo não me abalarão, em nome de Jesus, amém!”
 
12 de abril, domingo:
 
O poder da unidade que gera o livramento (Isaías 36.13-18)
 
Oração: “Eu tiro da minha vida tudo o que quer plantar divisão e confusão no meu interior. Não irei alimentar pensamentos que querem me roubar da unidade e comunhão. Estou renovado no Senhor e, sob os fundamentos espirituais, viverei protegido por esta autoridade. Minha fé e aliança são inabaláveis e nenhuma palavra irá me tirar desta porção apostólica. Estou protegido pelo Corpo de Cristo e viverei os livramentos, em nome de Jesus, amém!”
 
13 de abril, segunda-feira:
 
Guardar o coração para viver o livramento (Isaías 36.21-22)
 
Oração: “O Senhor está atento para as ciladas preparadas pelo inimigo e atende ao meu clamor, pois tu és a minha justiça e a minha justificação. Eu não preciso de justificativas e argumentos humanos, preciso apenas do livramento de Deus. Meu coração está guardado de todo pensamento maligno e minha boca só vai proferir palavras que venham do Senhor. Eu me coloco em submissão à vontade do Pai, em nome de Jesus, amém!”
 
14 de abril, terça-feira:
 
Livramento da Angústia (Isaías 37.1-7)
 
Oração: “Eu trago à minha memória o que me dá esperança e declaro a Palavra que vem do Senhor: a maldição sem causa não se cumpre. A minha luta não é contra carne ou sangue, as minhas armas são espirituais e o meu Advogado é Jesus Cristo! Eu não cederei à angústia que tenta me dominar, pelo contrário, eu resisto ao inimigo e ele fugirá por sete caminhos. O meu livramento vem do Senhor, em nome de Jesus, amém!”
 
15 de abril, quarta-feira:
 
Libertação do medo pela convicção do livramento (Isaías 37.6-7)
 
Oração: “Eu recebo o amor que vem de Deus através de Jesus Cristo, o amor que lança fora todo o medo e que me liberta da angústia. Eu assumo com convicção o meu chamado e profetizo que o melhor de Deus está por vir. Eu declaro que Aquele que começou a boa obra em minha vida é fiel e justo para aperfeiçoá-la. Eu me coloco no centro da vontade de Deus e me sujeito apenas à vontade do Senhor para a minha vida, em nome de Jesus, amém!”
 
16 de abril, quinta-feira:
 
Combater o engano e manipulação (Isaías 37.10-13)
 
Oração: “Jesus Cristo é o único caminho, a verdade e a vida. Ele me protege de toda mentira, engano e manipulação. Eu desejo cada dia conhecer mais ao Autor e Consumador da minha fé, Jesus Cristo, porque Ele é a verdade e a verdade me libertará. Ainda que o inimigo diga o contrário, eu sei que satanás é o pai da mentira, por isso eu abro os meus ouvidos apenas para a palavra que vem da boca de Deus, em nome de Jesus, amém!”
 
17 de abril, sexta-feira:
 
A oração que gera o livramento (Isaías 37.14-20)
 
Oração: “Inclina os teus ouvidos, ó Senhor, e atenta para as ameaças do inimigo. Com ele está o braço da carne, mas conosco está o Senhor nosso Deus, para nos ajudar e para guerrear por nós. Fortalece a minha alma e adestra a minha mão para o combate, porque eu não sairei derrotado, mas vencedor em Cristo. Eu preciso e dependo de Ti, Senhor. Salva a minha casa, livra o teu povo de todo mal, em nome de Jesus, amém!”
 
18 de abril, sábado:
 
O livramento destrói a arrogância do inimigo (Isaías 37.21-23)
 
Oração: “A Palavra de Deus é verdade na minha vida. A arrogância precede a queda, e a soberba de espírito se torna a ruína do inimigo. Eu quero aprender de Jesus Cristo, que é manso e humilde de coração. Ele é o meu alvo, o meu Senhor e meu Salvador, sem quem eu nada posso fazer. O que o inimigo pensa ou diz não se concretizará, porque dele vem apenas a mentira, mas de Deus vem o meu livramento, em nome de Jesus, amém!”
 
19 de abril, domingo:
 
O livramento pela manifestação de maravilhas (Isaías 37.24-25)
 
Oração: “Eu creio no Poder de Livramentos do Senhor que está sobre a minha vida. Declaro que, diante das sentenças e ameaças dos inimigos, serei preservado e abençoado. Com autoridade, profetizo que eu verei a interferência do Senhor com grandes milagres, em nome de Jesus, amém!”
 
20 de abril, segunda-feira:
 
Ter paz pelo plano de livramento de Deus (Isaías 37.26)
 
Oração: “Eu declaro que todas as coisas estão no controle de Deus. Recebo a paz e, com fé, profetizo que o Senhor me livrará e jamais serei envergonhado. Repreendo toda ansiedade e todos os sentimentos que possam me manipular. Sou ungido do Senhor e marcado por uma Palavra que jamais voltará vazia, em nome de Jesus, amém!”
 
21 de abril, terça-feira:
 
A vitória pela revelação do Espírito Santo (Isaías 37.27-28)
 
Oração: “Eu profetizo que pelo dom da revelação verei os planos dos meus inimigos frustrados. Declaro que o Senhor colocará em minhas mãos a chave para a vitória. Verei os livramentos do Senhor em todas as áreas e tudo que estava oculto será revelado para me dar vitórias em nome de Jesus!”
 
22 de abril, quarta-feira:
 
Livramento da fúria do juízo (Isaías 37.29)
 
Oração: “Eu sou fortalecido pelo Senhor para vencer todas as adversidades. Com autoridade, profetizo que nada impedirá os livramentos do meu Deus. Em todas as áreas verei a ação do meu Deus com Juízo para me dar vitórias. O mundo sofre o juízo dos seus pecados e de sua afrontas ao Deus vivo, mas eu e minha família estamos protegidos da praga destruidora, pela fidelidade, em nome de Jesus, amém!”
 
23 de abril, quinta-feira:
 
Livramento pela colheita sobrenatural (Isaías 37.30-32)
 
Oração: “Profetizo a colheita abundante em todas as áreas da minha vida. Serei suprido pela Palavra do Senhor e ela gerará grandes frutos na minha vida e na minha família. Declaro que Deus vai me surpreender e, em meio à guerra, eu colherei abundantemente, a 100 por 1, como Isaque diante dos filisteus no deserto, em nome de Jesus, amém!"
 
24 de abril, sexta-feira:
 
Livramento que abre caminho (Josué 8)
 
Oração: “Senhor, eu faço parte de um povo santificado, unido e obediente. Sob a Tua palavra, teremos vitórias sobre todos os adversários e viveremos livramentos que nos levarão à grandes despojos. Onde fui envergonhado e roubado, o Senhor me dará conquista absoluta e restituição, em nome de Jesus, amém!”
 
25 de abril, sábado:
 
Livramento das intenções demoníacas (Isaías 37.33)
 
Oração: “Pai Celestial, que neste dia o Senhor coloque em nossas bocas a oração fervorosa que repreende e cala as vozes contrárias, vozes ameaçadoras que querem nos abater e destruir. Toda intenção demoníaca seja repreendida pelo poder da tua viva palavra, em nome de Jesus, amém!”
 
26 de abril, domingo:
 
Deus defende Seu povo (Isaías 37.34-35)
 
Oração: “Senhor, estamos debaixo da Sua cobertura e autoridade. O inimigo não tocará em nossa família e Igreja. O Seu amor incondicional nos defende de tudo que é mortal. Somos teu povo, escolhidos e eleitos, para viver a Sua vontade soberana. Defende nossas causas, nos livra das injustiças e do terrível sofrimento, em nome de Jesus, amém!”
 
27 de abril, segunda-feira:
 
Riquezas das nações pelo livramento (2 Crônicas 32.23)
 
Oração: “Em nome de Jesus, eu repreendo toda assolação, toda miséria, toda escassez destes últimos dias. Coloca em nossas mãos as riquezas das nações, para que possamos nos tornar grandes supridores da Sua obra. Remove de nossos corações o medo pelas circunstâncias ruins, confiamos em Ti, Senhor, e sabemos que o melhor está por vir, em nome de Jesus, amém!”
 
28 de abril, terça-feira:
 
O livramento traz paz por todos os lados (2 Crônicas 32.22)
 
Oração: “Senhor, envia teus anjos para destruir todos que se levantam contra nossa constituição. Livra-nos das mãos dos homens malignos desta terra, de toda estrutura demoníaca e nos dá paz por todos os lados. Declaramos que é o fim do cerco, da opressão, somos livres pelo Sangue do Cordeiro! O anjo já foi enviado para nos tirar do sofrimento, em nome de Jesus, amém!”
 
A importância do jejum para os cristãos
 
Uma das armas mais eficientes do cristão para vencer suas lutas, quebrar maldições e intentos do inimigo, e adquirir autoridade sobre situações que o oprimem é o jejum.
 
Jesus exortou os discípulos, que tinham dificuldade em expulsar demônios, em Marcos 9.29: “Respondeu-lhes: Esta casta não pode sair senão por meio de oração [e jejum].”.
 
Por que é tão eficiente?
 
O voto de jejum não é um mecanismo de troca, nem uma simples oferta, é muito mais que isso: Quando um cristão abstém-se de um determinado alimento que deseja muito, ou abre mão de uma refeição ciente que lhe custará muito este período sem o prazer de comer (lembrando que deve tomar cuidado com as limitações de sua saúde) ou ainda quando deixa de realizar uma atividade que lhe dê muita satisfação, para se consagrar, orar, meditar na palavra; este cristão está adquirindo autoridade sobre seu próprio corpo (sua carne), tudo isto aliado há palavra liberada pela Igreja, gera habilitações espirituais preciosíssimas para quebrar os domínios de satanás onde há lutas e impossibilidades.
 
Colossenses 3.1, 2, 5, 9, 10: “Portanto, se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus. Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra; Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena... uma vez que vos despistes do velho homem com os seus feitos e vos revestistes do novo homem que se refaz para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou.”
 
Quando tem autoridade sobre o corpo, o homem de Deus esvazia-se da sua natureza carnal e promove a liberdade da ação do Espírito Santo em sua vida.
 
Efésios 1.21 a 23: “acima de todo principado, e potestade, e poder, e domínio, e de todo nome que se possa referir não só no presente século, mas também no vindouro. E pôs todas as coisas debaixo dos pés e, para ser o cabeça sobre todas as coisas, o deu à igreja, a qual é o seu corpo, a plenitude daquele que a tudo enche em todas as coisas.”
 
Acompanhe, no vídeo abaixo, um estudo esclarecedor sobre jejum ministrado pela Bispa Fernanda Hernandes: 
 
 
 
 
 
Redação
 
Leia também:
"Jejum dos Livramentos" termina nesta quinta (22.02)
"Jejum dos Livramentos" chega ao 12º dia (22.02)
"Jejum dos Livramentos" chega ao 11º dia (21.02)
"Jejum dos Livramentos" chega ao 7º dia (15.02)
"Jejum dos Livramentos" chega ao 4º dia (10.02)

Publicado em 28/04/2020
Matérias | Igrejas | BUSCADOR


Mais Notícias
21.10
Nesta quarta! Noite de Poder nas igrejas Renascer em Cristo
21.10
Renascer Praise participa de live do Raul Gil
21.10
Nova edição da Bíblia permite leitura em um ano
20.10
Renascer Praise lança o single "Pentecoste de Amor"
20.10
Igrejas são incendiadas e destruídas no Chile
19.10
Outubro Rosa: descubra a história do laço da campanha
19.10
Na quarentena, Igreja Renascer batizou 1267 pessoas

Radio Gospel FM 90.1 | Marcha para Jesus | Renascer Praise | O2 Church
Todos os direitos reservados - 2020 | Ano Apostólico de Rute
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.