Home        Igreja Virtual        Multimídia        Cultos         Rede Gospel          Gospel FM        Igospelmail
Estudo: O que a Bíblia diz sobre tatuagem e piercing?

Tatuagem e piercing fazem parte do grupo de temas polêmicos que não estão expostos diretamente na bíblia, por serem práticas culturais muito mais recentes (ou nem tanto), como a cerveja, camisinha e até sexo depois do casamento. Não existe passagem bíblica que expresse algo especificamente sobre tatuagens, ficando assim a interpretação mediante a visão da palavra de Deus, contextualizada em nossa realidade cultural, no caso, Brasil no século 21. Entende-se também que este tipo de assunto não esclarecido pode trazer discussões (falatórios) inúteis, a ponto de afastar pessoas com esta prática da salvação em Cristo Jesus.
 
Vale lembrar alguns princípios bíblicos básicos para auxiliar em todo o estudo:
 
O homem é constituído simbioticamente de corpo, alma e espírito. Corpo é nossa constituição fisiológica que faz parte do universo sensível em que vivemos. Espírito é nossa constituição divina, que faz parte de uma dimensão espiritual ao qual estamos envolvidos, mas fisicamente não podemos tangê-la. Nossa alma é o encontro do Espírito (Sopro) e o Corpo, constituição das nossas faculdades mentais, emocionais e sentimentais, onde está nossa volição (vontade de agir).

Segundo Gálatas 6:7, tudo que semeamos, colhemos. O que realizamos com nossas ações tem consequências espirituais e físicas. Por isso, na oração do “Pai Nosso”, Jesus afirma “assim na terra como nos céus”, porque tudo é realizado PRIMEIRO no mundo espiritual, através dos nossos sentimentos ou motivações.
 
 
Estamos no século 21, mais de dois mil anos a frente da narrativa da bíblia. Todo contexto bíblico se passa com civilizações na Antiguidade, nas Idades do Bronze e do Ferro, onde muitas procedem como tribos sem ética. Deus criou as leis do Antigo Testamento para um povo tribal de cultura ainda em formação. O Novo Testamento se passa em um período que a humanidade já avançara consideravelmente nos assuntos ética e moral, com a influência helenista (grega). Hoje, estamos em uma sociedade muito mais avançada tecnologicamente, com estes conceitos tão mais comuns do que naquelas civilizações. Estamos na Era do Conhecimento, em um mundo globalizado sem fronteiras, com democracia e liberdade religiosa na maioria dos países. Um tempo que misturar costumes e tendências de povos distantes é muito comum e acessível.
 
Ainda neste assunto, temos que tomar cuidado com preconceitos. Em Atos 15, há uma grande discussão em Jerusalém se os cristão estrangeiros deveriam contrair os hábitos dos cristãos judeus, ou seja, realizar os ritos do judaísmo como circuncisão (corte da dobra da pele que cobre o órgão sexual masculino, segundo a lei de Moisés, como símbolo de aliança com Deus), por exemplo. Após discussão, leia a resposta de Tiago:
 
“A minha opinião é esta: eu acho que não devemos atrapalhar os não-judeus que estão se convertendo a Deus. Penso que devemos escrever a eles uma carta, dizendo que não comam a carne de animais que foram oferecidos em sacrifício aos ídolos, que não pratiquem imoralidade sexual, que não comam a carne de nenhum animal que tenha sido estrangulado e que não comam sangue.” (Atos 15:19 a 20 NTLH).
 
Então, Tiago afirma para não abrirem mão dos seus costumes, mas para não praticarem prostituição, nem se alimentar de idolatria ou cometer atitudes bestiais (beber sangue).
Antes de chegarmos a nossa discussão, Jesus diz em Mateus 10: 28"Não tenham medo daqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma. Porém tenham medo de Deus, que pode destruir no inferno tanto a alma como o corpo."
 
Da mesma forma, apóstolo Paulo ministra este sentido em 2 Coríntios 4 e ainda em 2 Coríntios 7: 1 (RA):
“Meus queridos amigos, todas essas promessas são para nós. Por isso purifiquemos a nós mesmos de tudo o que torna impuro o nosso corpo e a nossa alma. E, temendo a Deus, vivamos uma vida completamente dedicada a ele.”
 
Logo, mais importante do que nosso corpo mortal é a dedicação da nossa alma ao cumprimento das direções do Espírito Santo de Deus. Nosso corpo será reduzido ao pó, o que subirá é nosso espírito. Nossa alma é o centro de escolhas, envolvidas por sentimentos e emoções. Ela que fará a opção de ir aos Céus. Veja esta passagem de 1 Coríntios 15:42, 48 a 49 (RA)“Pois será assim quando os mortos ressuscitarem. Quando o corpo é sepultado, é um corpo mortal; mas, quando for ressuscitado, será imortal. Os que pertencem à terra são como aquele que foi feito do pó da terra; os que pertencem ao céu são como aquele que veio do céu. Assim como somos parecidos com o homem feito do pó da terra, assim também seremos parecidos com o Homem do céu.”
 
O que é tatuagem? É um desenho permanente na pele, por uma técnica de inserção de pigmentos por agulhas, de forma irreversível. Resumindo, você machuca sua pele e põe coloração simultaneamente, ou seja, conjunto de cicatrizes coloridas. Cicatriz é algo que te traz memória. Quem nunca olha para uma cicatriz e se lembra do acidente que a gerou? Tatuagem segue este raciocínio, uma forma de relembrar fatos marcantes, situações relevantes, algo que demonstre suas opiniões ou até uma homenagem a alguém.
 
 
Por que tatuagem é tão criticada? Por que muitos tem a imagem antiga, associada a esta técnica como: “Tatuagem é realizada por gente rebelde”; “É coisa de bandido na cadeia que tatuam símbolos dos seus crimes”; ou “Dragões ou símbolos ligados à máfia, principalmente à cultura oriental”. Segue a mesma linha de crítica ao rock’n roll na Igreja, na década de 90, que é um estilo musical, mas que por muito tempo foi tido como referência satânica, por causa das bandas seculares que começaram a tocar o estilo.
 
Bispa Sonia afirmou em uma reunião: “Texto fora de contexto é pretexto”. Vamos, então, tratar versículos correntes que apoiam ou contradizem a realização de tatuagens ou piercing:
 
"Pelos mortos não ferireis a vossa carne; nem fareis marca nenhuma sobre vós. Eu sou o SENHOR." (Levítico 19:28 RA)
 
"Filhos sois do SENHOR, vosso Deus; não vos dareis golpes, nem sobre a testa fareis calva por causa de algum morto." (Deuteronômio 14:1 RA)
 
Estas passagens são preferidas daqueles que se levantam contra tatuagem. Elas pertencem ao mito de não marcar o corpo. A passagem fala sobre derramar sangue pelos mortos. Todos que tatuam fazem para mortos? E mais, os golpes nesta passagem são cortes, práticas que os povos pagãos tinham na época de se retaliar para chamar a atenção de seus deuses. Tatuagem não é retaliação. Tatuagem não é necessariamente um sacrifício intencional a demônios. Se você tatuar “Jesus” no seu corpo, imagino que não esteja adorando demônios.
 
"Da mesma sorte, que as mulheres, em traje decente, se ataviem com modéstia e bom senso, não com cabeleira frisada e com ouro, ou pérolas, ou vestuário dispendioso..." (1 Timóteo 2:9 RA)
 
Esta passagem é usada para o mito do exibicionismo. Muitos tratam a tatuagem como uma forma de exibir o corpo. Nem todos fazem tatuagem para mostrá-las. E quem o faz quer deixar uma mensagem, não exibir seu corpo e ser sensual. Além disso, se levarmos ao pé da letra esta passagem, ninguém mais corta o cabelo, faz a barba, as mulheres não se vestiriam bem, nem penteariam o cabelo, nem usariam brincos e apetrechos. Cuidado. Aqui apóstolo Paulo fala sobre bom senso. A questão que deve ser feita é: Fazer sua tatuagem é hoje ter bom senso? Trará danos socialmente?
 
"Será que em lugar de perfume haverá podridão, e por cinta, corda; em lugar de encrespadura de cabelos, calvície; e em lugar de veste suntuosa, cilício; e marca de fogo, em lugar de formosura." (Isaías 3.24 RA)

Esta passagem procura tratar por muitos a tatuagem como paganismo. Tatuagem é cultura. Qualquer cultura da face da terra nasceu com paganismo ou influências pagãs. Se observarmos a história de Israel, muitos hábitos errados da cultura, segundo a bíblia, são originados por influências pagãs. Deus purifica as culturas. Se um indígena se converter, ele não pode mais se pintar para o Senhor? Se um haitiano ou um africano se converter, ele não pode dançar para o Senhor? Se um brasileiro se converter, ele não pode sambar para o Senhor? A questão não é a prática cultural, mas a intenção e se ela incita ou não ao pecado. Tatuagem não incita um ser humano ao pecado.
 
"Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; porque o santuário de Deus, que sois vós, é sagrado.” (1 Coríntios 3:16 a 17 RA)
 
Aqui está a defesa do mito da destruição do Corpo. É interessante as pessoas dizerem: A tatuagem destrói o seu corpo. Não destrói. Seu corpo cicatriza e se reconstrói todos os dias. A tatuagem, neste caso, só seria evitada se gerasse doenças. Por isso, quem realiza, deve sempre avaliar as condições de higiene do local. Por outro lado, quem afirma sobre a destruição da tatuagem, não afirma coisas do tipo: “Pare de tomar refrigerantes e comer doces, pois você está obeso e seu corpo está padecendo”; “faça exercícios, para que seu corpo fique melhor”; “tome vacinas”; ou “pare de comer gorduras, por causa do seu colesterol”. Daí, percebemos que mais matamos nosso corpo com um monte de besteiras que consumimos do que com uma tatuagem.
“Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus” (1 Coríntios 10:31 RA)
 
Tatuagem pode glorificar a Deus. Por que não?
 
"Mas, antes que viesse a fé, estávamos sob a tutela da lei e nela encerrados, para essa fé que, de futuro, haveria de revelar-se. De maneira que a lei nos serviu de aio para nos conduzir a Cristo, a fim de que fôssemos justificados por fé." (Gálatas 3:23 a 24 RA)
 
Clássica passagem em defesa da tatuagem. Não pertencemos ao período da lei, então façamos o que quisermos? Se Antigo Testamento não fosse válido, não estaria na bíblia. Leis do Antigo Testamento caíram em desuso por pertencer a um povo tribal, mas muitas leis foram preservadas e reforçadas pelo Novo Testamento. Cuidado com a libertinagem na leitura da Palavra. Muita gente quer as bênçãos do Antigo Testamento, mas não querem seguir os preceitos e leis que não foram revogadas no Novo Testamento.
 
“Pois, quando viu o pendente e as pulseiras nas mãos de sua irmã, tendo ouvido as palavras de Rebeca, sua irmã, que dizia: Assim me falou o homem, foi Labão ter com ele, o qual estava em pé junto aos camelos, junto à fonte. Daí lhe perguntei: de quem és filha? Ela respondeu: Filha de Betuel, filho de Naor e Milca. Então, lhe pus o pendente no nariz e as pulseiras nas mãos.” (Gênesis 24:30, 47 RA)
 
Rebeca tornou-se o mito em defesa do piercing, por causa do pendente no nariz. Primeiro que a bíblia não afirma que ela furou o nariz. E, por ser um hábito cultural exibir joias, não significa que temos que sair com monte de coisas penduradas. Ou seja, se o uso destes artifícios cabe ao momento e a sua cultura, vá em frente! Se não, para quê?
 
“No manto, sobre a sua coxa tem escrito o nome: Rei dos reis e Senhor dos senhores.” (Apocalipse 19:16 RA)
 
Este é o mito de apoio a tatuagem: Jesus tinha uma tattoo na coxa. Pode tatuar sim, mas esta passagem não é um apoio, até porque é uma visão espiritual de João. Então, os que vão pro inferno tem tatuagem na testa ou nas mãos de 666? Então, vamos pegar leve com as leituras.
 
Concluindo, você quer fazer tatuagem ou piercing? A bíblia não abomina a prática, mas as motivações. Então, seguem algumas dicas, pois a bíblia diz que:
 
“Seja a paz de Cristo o árbitro em vosso coração, à qual, também, fostes chamados em um só corpo; e sede agradecidos.” (Colossenses 3:15 RA)
 
O que você está tatuando? Teu corpo é templo do Espírito Santo (1 Coríntios 6:19). Tatuar nome de gente, figuras, heróis ou inspirações estão agradando o Espírito Santo? Estão afirmando que o Espírito Santo está presente na sua vida?
 
Vale a pena fazer tatuagem? Saiba que não sai e as técnicas para remoção ainda não são eficientes para retirada por completo. Vai tatuar nome de namorada pra que? E se o namora acaba? Vai tatuar escudo do time pra que? Vai te fazer mais torcedor do que os outros? E o risco de pegar uma torcida organizada contrária. Pense bem quando tatuar, para não se arrepender.
 
Todos ao teu redor entendem tatuagem? Ainda tem pessoas com muito preconceito e até empregadores. O mundo está bem menos preconceituoso, mas ainda está em transformação. Então, seja cuidadoso e assuma os riscos. Fazer tatuagem para se rebelar contra a família não é boa ideia. Faça as pessoas compreenderem suas intenções e até participar deste momento na sua vida, é melhor. Não que você deva algo a alguém, mas se possível, tenha paz com todos.
 
Fazer piercing pra que? Pode fazer, mas saiba que há áreas que pode comprometer tua saúde se não houver higiene, como a língua. Ou pode ter uma reação alérgica ao metal. Fazer piercing no umbigo ou no mamilo, qual é intenção? Mostrar para você ou para os outros? Por isso, tudo depende de nossas intenções.
"Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas." (1 Coríntios 6:12 RA)
 
Faça escolhas que não padeçam sua alma e nem te afastem da essência do Espírito Santo de Deus. Tudo pode, mas nem tudo convém. O Senhor vê o seu coração, mais do que a sua marca no corpo. Pense nisso!
 
 
 
Realização: Bispo Daniel Tenuta
Revisão: Bispo Geraldo Tenuta
Direção: Apóstolo Estevam Hernandes

Publicado em 04/10/2013
Matérias | Igrejas | Bíblia BUSCADOR

Mais Notícias
28.08
Confira tudo o que rolou no show do P.O.D. em São Paulo
28.08
Medina agradece a Deus pela vitória no WCT do Taiti
28.08
DVD do espetáculo de dança "Canto de Sião” será lançado nesta sexta-feira
28.08
Igreja Renascer realiza “Culto das Causas Impossíveis”
28.08
"Pensamento vencedor!", por Bispa Fernanda Hernandes
28.08
Mariana Ava lança versão de música do Hillsong
28.08
Thalles fala sobre sua parceria com Marcelo Aguiar

Radio Gospel FM 90.1 | Marcha para Jesus | Renascer Praise | O2 Church
Todos os direitos reservados - 2014 | Ano Apostólico de Calebe
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.