top of page

Acessibilidade é uma das bandeiras da Marcha para Jesus

A Marcha para Jesus conta com milhares de voluntários que são divididos em diversas coordenadorias. Uma delas, a PcD, é responsável por dar assistência às pessoas com deficiência física durante o evento.

Neste ano, elas puderam contar com o apoio do serviço Atende+ da SPTrans, que disponibilizou vans responsáveis por buscá-las na estação Tietê e levá-las ao evento.

Eles também acionaram o serviço para retornarem ao metrô ou para suas residências.

Em uma área reservada em frente ao palco, eles tiveram uma visão privilegiada das apresentações musicais.


“Marcho para Jesus há 15 anos. Mas, hoje, trouxe meu sobrinho Júlio Cezar. Viemos especialmente orar para que ele seja curado de uma doença autoimune. Ele foi desenganado pelos médicos, mas eu creio que o Senhor tem um propósito maior!”, afirmou Vilma.


“Meu filho é cadeirante, e víamos para a Marcha para Jesus pelo Serviço Atende+. Fomos muito bem atendidos e muito bem recebidos. Estou participando de uma maneira especial e única!”, declarou Cláudia Alves de Souza.

Os surdos foram acompanhados durante todo o evento – desde a caminhada até a última apresentação – por interpretes de Libras (Língua Brasileira de Sinais).


Redação

Comments


Últimas

bottom of page