top of page

Alesp aprova reajuste salarial para Polícias de São Paulo

Com relatoria do deputado Carlos Cezar e votação unânime em plenário, proposta seguirá para sanção do governador Tarcísio

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovou na noite desta terça-feira (23), em sessões extraordinárias, a proposta do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) para reajuste salarial às Polícias Civil, Militar e Técnica-Científica.



Com relatoria do deputado Carlos Cezar, líder do PL, o Projeto de Lei Complementar 75/2023 foi aprovado na íntegra e por unanimidade, com votos favoráveis dos 83 deputados presentes, e agora seguirá para sanção do chefe do Executivo.


Os reajustes devem entrar em vigor a partir do mês de julho. Os índices variam entre 13,7% a 34,2%, de acordo com a oposição do policial na hierarquia.


“Aprovamos o maior aumento às Polícias Militar, Civil e Científica das últimas décadas! Um soldado de 2ª classe, por exemplo, vai receber quase 32% de aumento, enquanto outras categorias, um aumento médio de 20%. É um reconhecimento inédito e justo àqueles que nos defendem. Parabenizo o governador Tarcísio, o secretário da Segurança Pública, Guilherme Derrite, e a todos os deputados”, destacou o relator Carlos Cezar.


Na Polícia Militar, os maiores índices serão dos Alunos Oficiais e dos Soldados 2ª classe, que serão de 34,2% e 31,6%, respectivamente. Os menores índices foram dos 2º Tenentes e de 3º Sargentos, com 13,71% e 15,18%.


Para a Polícia Civil, o maior percentual será dos investigadores de polícia 3ª classe, que receberão 24,64% a mais. O menor será dos delegados classe especial com 14,27%. Já os profissionais da Técnica-Científica, receberão reajustes que variam dos 16,61% até 24,09%. da Assessoria do Deputado Carlos Cezar

Kommentarer


Últimas

bottom of page