top of page

Danos por terremotos na Turquia passam US$ 100 bilhões

Os danos materiais provocados pelo terremoto na Turquia "superam 100 bilhões de dólares" (quase 520 bilhões de reais), de acordo com um cálculo do Banco Mundial, da ONU, da União Europeia e do governo turco. Um mês após o terremoto, que matou quase 46.000 pessoas na Turquia, "está claro que apenas os danos materiais devem superar 100 bilhões de dólares", declarou Louisa Vinton, diretora para a Turquia do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

"Os custos de reconstrução e tudo que estará relacionado com uma reconstrução melhor e mais ecológica devem levar a exceder este valor, evidentemente", acrescentou Vinton por videoconferência em Gaziantep, sul da Turquia, durante uma entrevista coletiva da ONU em Genebra. Embora as estimativas tenham como base dados ainda provisórios, o valor de 100 bilhões de dólares será apresentado em uma conferência de doadores para ajudar a reconstrução da região afetada, prevista para 16 de março em Bruxelas, afirmou Vinton. Diante dos custos enormes, a diretora do PNUD expressou "decepção e tristeza" com a pouca generosidade dos doadores.


Atualmente, o apelo urgente para a criação de um fundo de um bilhão de dólares, anunciado em 16 de fevereiro, atingiu apenas 9,6% do valor. O terremoto de 7,8 graus de magnitude de 6 de fevereiro, seguido poucas horas depois por um tremor de 7,6 graus, matou quase 46.000 pessoas e deixou 105.000 feridos na Turquia, de acordo com números que ainda não são definitivos.


Também destruiu 214.000 edifícios, incluindo alguns de mais de 10 andares, em 11 das 81 províncias turcas. O terremoto também provocou muitos danos na Síria, onde as autoridades divulgaram um balanço de quase 6.000 mortes.


Danos causados por terremotos na Turquia ultrapassam US$ 100 bilhões


Os danos materiais provocados pelo terremoto na Turquia "superam 100 bilhões de dólares" (quase 520 bilhões de reais), de acordo com um cálculo do Banco Mundial, da ONU, da União Europeia e do governo turco.


Mais 46 mil pessoas morreram, 105 mil ficaram feridas e 214.000 edifícios ficaram completamente destruídos.


Fonte: AFP

Comments


Últimas

bottom of page