top of page

Mulher com morte cerebral dá à luz um bebê saudável


A paciente de 31 anos estava grávida de 22 semanas quando se apresentou a uma clínica com forte dor de cabeça. Logo depois, ela teve uma espécie de convulsão e parou de responder.


Os resultados do exame preencheram os critérios da medicina para morte cerebral, e a paciente foi declarada como morta. Análises posteriores revelaram que a mulher havia sofrido uma hemorragia cerebral.


Diante da possibilidade de manter o bebê vivo mesmo sob essa circunstância, a família da paciente expressou o desejo de continuar. Conforme aponta o relato, a ocasião exigiu extensa intervenção médica. A equipe precisou regular seus níveis de tiroxina e pressão arterial, enquanto anticoagulantes eram administrados.


Após 11 semanas nisso, os cirurgiões realizaram uma cesariana, dando à luz o bebê com 33 semanas de gestação. Conforme escreve a equipe, a criança passou bem após o parto e não precisou de reanimação. Foi levada à unidade de terapia intensiva (UTI) neonatal para internação e recebeu alta depois de cinco dias. Neste ponto, o suporte vital da mãe foi encerrado.

Últimas

bottom of page