top of page

"O seu DNA é espiritual", declarou Apóstolo Estevam


No primeiro sábado de cada mês, a Renascer Arena fica lotada de pessoas que vêm de diversas regiões do país para participarem da Santa Ceia de Oficiais da Igreja Renascer em Cristo.

 

O evento reúne todos os oficiais, pastores e bispos do ministério para um momento de comunhão, ativação espiritual e a consagração do mês vigente. As igrejas de outros estados e outras nações acompanham a celebração por transmissão online.

 

O encontro é marcado por orações, louvores, testemunhos impactantes e a palavra profética ministrada pelo Apóstolo Estevam Hernandes, que sempre encerra o culto com a celebração da Santa Ceia do Senhor.

 

Acompanhe, a seguir, o resumo da palavra ministrada na primeira Ceia de Oficiais de 2024:

 

Tema: A constituição de Mordecai

 

Ester 2.5 a 11: Ora, na cidadela de Susã havia certo homem judeu, benjamita, chamado Mordecai, filho de Jair, filho de Simei, filho de Quis, que fora transportado de Jerusalém com os exilados que foram deportados com Jeconias, rei de Judá, a quem Nabucodonosor, rei da Babilônia, havia transportado. Ele criara a Hadassa, que é Ester, filha de seu tio, a qual não tinha pai nem mãe; e era jovem bela, de boa aparência e formosura. Tendo-lhe morrido o pai e a mãe, Mordecai a tomara por filha.

 

Em se divulgando, pois, o mandado do rei e a sua lei, ao serem ajuntadas muitas moças na cidadela de Susã, sob as vistas de Hegai, levaram também Ester à casa do rei, sob os cuidados de Hegai, guarda das mulheres. A moça lhe pareceu formosa e alcançou favor perante ele; pelo que se apressou em dar-lhe os unguentos e os devidos alimentos, como também sete jovens escolhidas da casa do rei; e a fez passar com as suas jovens para os melhores aposentos da casa das mulheres. Ester não havia declarado o seu povo nem a sua linhagem, pois Mordecai lhe ordenara que o não declarasse. Passeava Mordecai todos os dias diante do átrio da casa das mulheres, para se informar de como passava Ester e do que lhe sucederia.

 

Jacó derramou uma bênção sobre Benjamin, tribo de origem de Mordecai. Mas a origem desta bênção está em Abraão.

 

Gênesis 49: 27. Benjamim é lobo que despedaça; pela manhã devora a presa e à tarde reparte o despojo.

 

Gálatas 3.13 e 14: Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se ele próprio maldição em nosso lugar — porque está escrito: "Maldito todo aquele que for pendurado em madeiro" —, para que a bênção de Abraão chegasse aos gentios, em Cristo Jesus, a fim de que recebêssemos, pela fé, o Espírito prometido.

 

Todos nós recebemos uma constituição espiritual, e precisamos procurar conhecê-la, para exercê-la. Nosso DNA é espiritual!

 

Por exemplo, Deus chamou Jeremias e revelou a ele este segredo espiritual:

 

Jeremias 1.4 e 5: A mim me veio, pois, a palavra do Senhor, dizendo: Antes que eu te formasse no ventre materno, eu te conheci, e, antes que saísses da madre, te consagrei, e te constituí profeta às nações.

Essa constituição é adquirida com o novo nascimento em Cristo:

 

João 3.4 e 5: Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, voltar ao ventre materno e nascer segunda vez? Respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus. 

 

Temos em Paulo um grande exemplo. Ele era um perseguidor radical de cristãos. Mas a sua constituição espiritual era de apóstolo de Cristo, que o chamou.

 

Satanás tem trabalhado insensatamente para impedir o cumprimento do propósito de Deus através de nossas vidas.

 

Efésios 1.11: nele, digo, no qual fomos também feitos herança, predestinados segundo o propósito daquele que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade.

 

E como Satanás faz para nos desviar do plano de Deus?

 

1) COM TENTAÇÕES DE OFERTAS MIRABOLANTES

 

Tiago 1.12 a 15: Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam. Ninguém, ao ser tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele mesmo a ninguém tenta. Ao contrário, cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz. Então, a cobiça, depois de haver concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte.

 

A exemplo de Jesus no deserto, o diabo – pai da mentira – faz ofertas mirabolantes em formato de tentações atraentes para descaracterizar a nossa essência, trazendo uma falsa sensação de liberdade.

 

2) O RETORNO ANTES DE CUMPRIR O TEMPO DE DEUS

 

Lucas 24.13 a 16: Naquele mesmo dia, dois deles estavam de caminho para uma aldeia chamada Emaús, distante de Jerusalém sessenta estádios. E iam conversando a respeito de todas as coisas sucedidas. Aconteceu que, enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus se aproximou e ia com eles. Os seus olhos, porém, estavam como que impedidos de o reconhecer. 

 

Eles estavam fortemente influenciados no seu emocional após a morte de Jesus. Voltar para Emaús era o mesmo que remontar suas origens humanas.

 

Eles estavam influenciados pelas conversas e pelo momento difícil pos morte de jesus, e voltando a Emaús, seria voltar a origem humana , aquele que volta a ser homem carnal, entrega se ao plano de Satanás,

 

Mateus 12.43 a 45: Quando o espírito imundo sai do homem, anda por lugares áridos procurando repouso, porém não encontra. Por isso, diz: Voltarei para minha casa donde saí. E, tendo voltado, a encontra vazia, varrida e ornamentada. Então, vai e leva consigo outros sete espíritos, piores do que ele, e, entrando, habitam ali; e o último estado daquele homem torna-se pior do que o primeiro. Assim também acontecerá a esta geração perversa.

 

3) O ENGANO DA RELIGIOSIDADE

 

Mateus 15.8 e 9: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens.

 

Hoje, o grande mal que rouba a essência das pessoas é a religiosidade, pois leva à crueldade.

 

2 Timóteo 4.3 a 5: Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas. Tu, porém, sê sóbrio em todas as coisas, suporta as aflições, faze o trabalho de um evangelista, cumpre cabalmente o teu ministério.

 

Temos que buscar desenvolver um relacionamento profundo com Deus, para recebermos Sua revelações e andarmos no centro de sua vontade!

 

1 João 2.27:Quanto a vós outros, a unção que dele recebestes permanece em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina a respeito de todas as coisas, e é verdadeira, e não é falsa, permanecei nele, como também ela vos ensinou.

Mordecai foi um homem extraordinário, porque viveu a constituição espiritual e o plano perfeito de Deus em sua vida.

 

Quando temos um relacionamento profundo com o Senhor, entramos em uma dimensão espiritual superior – a 4ª dimensão do relacionamento com Deus.

 

Nos relacionamentos em três esferas:

 

1ª Corpo

2ª Alma

3ª Espírito

 

Na intimidade com o Senhor, chegamos à: 4ª Unidade com a Trindade.

Depois desta Ceia, nossa vida vai alçar voos altos:

 

1) DEUS NOS USA COMO INSTRUMENTO DE JUSTIÇA

 

1 João 2: 29. Se sabeis que ele é justo, reconhecei também que todo aquele que pratica a justiça é nascido dele.

 

Ester 2.21 a 23: Naqueles dias, estando Mordecai sentado à porta do rei, dois eunucos do rei, dos guardas da porta, Bigtã e Teres, sobremodo se indignaram e tramaram atentar contra o rei Assuero. Veio isso ao conhecimento de Mordecai, que o revelou à rainha Ester, e Ester o disse ao rei, em nome de Mordecai. Investigou-se o caso, e era fato; e ambos foram pendurados numa forca. Isso foi escrito no Livro das Crônicas, perante o rei.

 

Mateus 23.12: Quem a si mesmo se exaltar será humilhado; e quem a si mesmo se humilhar será exaltado.

 

2) DEUS NOS COLOCA EM POSIÇÕES ESTRATÉGICAS EM MEIO A UMA GERAÇÃO SURDA À VOZ DELE

 

1 Coríntios 2.12 a 15: Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, e sim o Espírito que vem de Deus, para que conheçamos o que por Deus nos foi dado gratuitamente. Disto também falamos, não em palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas ensinadas pelo Espírito, conferindo coisas espirituais com espirituais. Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Porém o homem espiritual julga todas as coisas, mas ele mesmo não é julgado por ninguém.

 

Ester 2.7 a 10: Ele criara a Hadassa, que é Ester, filha de seu tio, a qual não tinha pai nem mãe; e era jovem bela, de boa aparência e formosura. Tendo-lhe morrido o pai e a mãe, Mordecai a tomara por filha. Em se divulgando, pois, o mandado do rei e a sua lei, ao serem ajuntadas muitas moças na cidadela de Susã, sob as vistas de Hegai, levaram também Ester à casa do rei, sob os cuidados de Hegai, guarda das mulheres.  A moça lhe pareceu formosa e alcançou favor perante ele; pelo que se apressou em dar-lhe os unguentos e os devidos alimentos, como também sete jovens escolhidas da casa do rei; e a fez passar com as suas jovens para os melhores aposentos da casa das mulheres. Ester não havia declarado o seu povo nem a sua linhagem, pois Mordecai lhe ordenara que o não declarasse.

 

3) A SUA CONSTITUIÇÃO TE LEVARÁ A UM MOVER DE REVERSÃO QUE SE TRANSFORMARÁ EM UM MEMORIAL ETERNO

 

Ester 8.1, 2, 15 17: A  Naquele mesmo dia, deu o rei Assuero à rainha Ester a casa de Hamã, inimigo dos judeus; e Mordecai veio perante o rei, porque Ester lhe fez saber que era seu parente. Tirou o rei o seu anel, que tinha tomado a Hamã, e o deu a Mordecai. E Ester pôs a Mordecai por superintendente da casa de Hamã. Então, Mordecai saiu da presença do rei com veste real azul-celeste e branco, como também com grande coroa de ouro e manto de linho fino e púrpura; e a cidade de Susã exultou e se alegrou. Para os judeus houve felicidade, alegria, regozijo e honra.Também em toda província e em toda cidade aonde chegava a palavra do rei e a sua ordem, havia entre os judeus alegria e regozijo, banquetes e festas; e muitos, dos povos da terra, se fizeram judeus, porque o temor dos judeus tinha caído sobre eles.

 

Gálatas 2.20: logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim.

 

Romanos 8.11, 14 e 15: Se habita em vós o Espírito daquele que ressuscitou a Jesus dentre os mortos, esse mesmo que ressuscitou a Cristo Jesus dentre os mortos vivificará também o vosso corpo mortal, por meio do seu Espírito, que em vós habita. Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai.

 

O Pur, através do plano de Deus na sua vida, se transformará em Purim!


 

Redação

Últimas

bottom of page