Objetos da época do Êxodo do Egito são encontrados


Durante obras no Parque Nacional da Praia de Palmachim, ao sul de Tel Aviv, em Israel, um grupo de arqueólogos encontrou uma caverna de 3,3 mil anos.


A formação rochosa escondia objetos do período do reinado de Ramsés II, o faraó citado no livro de Êxodo, que conta a história da libertação do povo judeu da escravidão do Egito.


Segundo o site The Jerusalem Post, a caverna foi encontrada por acaso quando uma rocha se descolou após a colisão de um trator.


No local, os pesquisadores encontraram dezenas de vasos inteiros de cerâmica e bronze, na forma exata em que foram colocados em cerimônias de enterro no final da Idade do Bronze.


Outros materiais orgânicos podem ter se desintegrado ao longo dos milênios, incluindo uma aljava que continha uma série de pontas de flechas de bronze ou pontas de lança que foram encontradas na caverna.


“Este é um achado único na vida! Não é todo dia que você entra em um set de Indiana Jones – uma caverna com ferramentas no chão que não foram tocadas em 3.300 anos”, disse o especialista em Idade do Bronze da IAA, Eli Yannai, em um comunicado à imprensa.


Após essas primeiras descobertas, os arqueológicos do popular parque de praia esperam encontrar outros objetos, onde existem vestígios de assentamentos da época muçulmana. O parque possui uma trilha arqueológica designada, que celebra, entre outras estruturas, uma antiga fortaleza que protegia a costa há cerca de 3.500 anos, quando era povoada por cananeus, vassalos dos egípcios governantes.



Redação

Últimas