top of page

Palmirinha, "a vovó da TV", morre aos 91 anos


Palmira Nery da Silva Onofre, conhecida como Palmirinha, morreu neste domingo (07), aos 91 anos. A informação foi divulgada pela família da apresentadora.


A morte ocorreu devido ao agravamento de problemas renais crônicos. Ela estava internada na Unidade Paulista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz desde o dia 11 de abril.


Palmirinha, a eterna “vovó da TV”, deixa três filhas, seis netos e seis bisnetos.


"Palmirinha era considerada a vovó mais querida do Brasil por sua atuação de décadas como apresentadora de programas de culinária na TV aberta e fechada. Seu jeito simples e cativante de apresentar suas receitas foi o que possibilitou ganhar uma legião de fãs, amiguinhas e amiguinhos, como os chamava", diz o comunicado divulgado pela família.


"Exemplo de mãe que sempre batalhou para sustentar sua casa, dar educação e uma vida digna com qualidade para suas três filhas, Palmirinha é referência de mulher guerreira que também soube empreender e superar as dificuldades da vida".


Palmirinha estreou na televisão em 1994, aos 63 anos, ao participar de uma matéria do programa da Silvia Popovic, na Band, o que possibilitou a descoberta de seu talento por Ana Maria Braga que, na época, apresentava o Note e Anote na TV Record. Convidada para apresentar um café da manhã, permaneceu lá por cinco anos.


Posteriormente, em 1999, foi contratada pela TV Gazeta para apresentar o TV Culinária, ficando à frente do programa por mais de onze anos. Depois, teve oportunidade de apresentar o seu “Programa da Palmirinha” no canal fechado Bem Simples, da Fox, que ficou no ar até 2015.



Redação

Últimas

bottom of page