"Quando temos fé, desafiamos nossos impossíveis!"


Neste domingo (14), aconteceu nas igrejas Renascer em Cristo a Celebração da Família, com a ministração do 3º dia da campanha 10 Milagres da Fé Apostólica.


O tema do culto foi inspirado na cura da mulher do fluxo do sangue, um dos milagres realizados por Jesus, em Cafarnaum, como mostra o texto bíblico abaixo:


Marcos 5.25 a 34: Chegou ali uma mulher que fazia doze anos que estava com uma hemorragia. Havia gastado tudo o que tinha, tratando-se com muitos médicos. Estes a fizeram sofrer muito; mas, em vez de melhorar, ela havia piorado cada vez mais. 27 Ela havia escutado falar de Jesus; então entrou no meio da multidão e, chegando por trás dele, tocou na sua capa, pois pensava assim: “Se eu apenas tocar na capa dele, ficarei curada.”


Logo o sangue parou de escorrer, e ela teve certeza de que estava curada. No mesmo instante Jesus sentiu que dele havia saído poder. Então virou-se no meio da multidão e perguntou:— Quem foi que tocou na minha capa? Os discípulos responderam:— O senhor está vendo como esta gente o está apertando de todos os lados e ainda pergunta isso? Mas Jesus ficou olhando em volta para ver quem tinha feito aquilo. Então a mulher, sabendo o que lhe havia acontecido, atirou-se aos pés dele, tremendo de medo, e contou tudo. E Jesus disse:— Minha filha, você sarou porque teve fé. Vá em paz; você está livre do seu sofrimento.

“Ao ler esta história, fico só imaginando: De onde aquela mulher tirou forças para caminhar até Jesus? Com certeza, ela sofria de uma anemia muito severa, sem contar os preconceitos que ela deve ter enfrentado ao se expor. A força daquela mulher estava na sua fé! Ela sabia que se somente tocasse no manto de Jesus, que era um símbolo profético que O Identificava como sacerdote, ela seria curada. Guarde isso: Fé que não supera dificuldades é tudo menos fé! Fé que não remove barreiras é tudo menos fé!”, afirmou a Bispa Sonia Hernandes.


Acompanhe, nos vídeos abaixo, as palavras ministradas:


Pelo Apóstolo Estevam Hernandes:

Pela Bispa Sonia Hernandes:

Durante os cultos, todos os pais foram especialmente homenageados, com orações e apresentações de música e teatro.



Redação

Últimas