top of page

8 comidas típicas de Israel que você precisa experimentar

Sentar-se à mesa em Israel vai muito além de uma simples refeição. Você estará experimentando intensamente a cultura do país.


E quais são os alimentos mais consumidos pelos turistas em Israel?


Hummus: é feito com grão-de-bico batido, pasta tahine, suco de limão, alho e azeite. Ele é frequentemente consumido com pão achatado, como o pão árabe, ou com tiras de vegetais. E, sem dúvidas, o prato mais popular de Israel.


Pão pita: Trata-se do principal acompanhamento que lhe servirão nos restaurantes de Jerusalém e é comum a qualquer hora do dia. É usado também para a preparação de sanduíches e pode ser consumido com hummus.


Falafel: é uma espécie de “almôndega vegetariana” feita de grão de bico triturado com especiarias. Geralmente, é servido com iogurte.


Shawarma: é o kebab típico de Jerusalém. Os pedaços de frango ou carne são servidos no pão pita com alface, cebola e tomate. É um dos pratos mais econômicos para se comer em Jerusalém, principalmente no bairro árabe da Cidade Velha.


Shakshuka: esta expressão em hebraico significa “tudo junto” ou “tudo misturado”. Esse prato típico de Israel tem ovos escalfados em molho de tomate acompanhados com pimentão, cebola, cominho e páprica.


Burekas: uma espécie de empanada frita muito comum na gastronomia dos países que viveram sob a influência do império oto


Tâmaras: uma das sobremesas mais comuns de Israel. Possui vitaminas do complexo B, A, K, ácido fólico, riboflavina, tiamina,niacina, minerais, potássio, zinco, fósforo, ferro, manganês e cálcio.


Suco de romã: Para os judeus, a romã possui um papel fundamental na celebração do Rosh Hashaná, ano novo judaico, por ser um símbolo de prosperidade e justiça. Segundo o judaísmo, cada romã possui 613 sementes que correspondem às 613 mitsvot, que são preceitos da Torah.

O que é comida kosher?


O processo de preparação é um dos diferenciais da culinária de Israel. A maioria dos restaurantes segue os preceitos descritos na Torah, o livro sagrado para os judeus. Kosher é a expressão que define este padrão.


Por exemplo, as carnes não podem ser preparadas, servidas ou consumidas com leite ou seus derivados. Os utensílios do preparo também não podem ser os mesmos. Ou seja, sanduíches de presunto e queijo, cheeseburguer ou um filé à parmegiana estão vetados do cardápio.


Nem todos os tipos de carne são permitidos. Frango, pato e carneiro estão totalmente autorizados. Carne de vaca é permitida, porém o preparo deve ser sem sangue. Já carne de porco... Nem pensar! Por isso, esqueça o bacon. No geral, está permitido o consumo da carne de animais que ruminem os alimentos e tenham fenda nas patas. Peixes só entram na refeição se tiverem escamas. Já moluscos e crustáceos estão todos proibidos.



Redação

Yorumlar


Últimas

bottom of page