“Nada mais na sua vida ficará entulhado!”


Neste domingo (26), aconteceu nas igrejas Renascer em Cristo a Celebração da Família, com a ministração do primeiro dia da campanha 7 Domingos de Prosperidade.


O tema das reuniões foi inspirado na jornada de Isaque, filho de Abraão.


Acompanhe, a seguir, o resumo e vídeo com a ministração na íntegra:


Gênesis 26.12 a 33: Isaque semeou naquela terra e, no mesmo ano, recolheu cem por um, porque o Senhor o abençoava. Ele enriqueceu, continuou prosperando, ficou riquíssimo. Tinha ovelhas e bois e grande número de servos, de maneira que os filisteus tinham inveja dele. E, por isso, lhe entulharam todos os poços que os servos de seu pai haviam cavado, nos dias de Abraão, enchendo-os de terra. Abimeleque disse a Isaque: — Saia da nossa terra, porque você já é muito mais poderoso do que nós. Então Isaque saiu dali e se acampou no vale de Gerar, onde ficou morando.


Isaque tornou a abrir os poços que haviam sido cavados nos dias de Abraão, seu pai, porque os filisteus os haviam entulhado depois da morte de Abraão, e lhes deu os mesmos nomes que o seu pai já lhes tinha dado. Os servos de Isaque cavaram no vale e acharam um poço de água nascente. Mas os pastores de Gerar entraram em conflito com os pastores de Isaque, dizendo: — Esta água é nossa! Por isso, Isaque chamou o poço de Eseque, porque entraram em conflito com ele. Então cavaram outro poço e também por causa desse houve conflito. Por isso, recebeu o nome de Sitna.


Partindo dali, Isaque cavou ainda outro poço. E, como por esse não houve conflito, deu-lhe o nome de Reobote. Ele disse: — Porque agora o Senhor abriu espaço para nós e vamos prosperar nesta terra. Dali Isaque foi para Berseba. Na mesma noite, o Senhor lhe apareceu e disse: — Eu sou o Deus de seu pai Abraão. Não tenha medo, porque eu estou com você. Eu o abençoarei e multiplicarei a sua descendência por amor de Abraão, meu servo. Então Isaque levantou ali um altar e, tendo invocado o nome do Senhor , armou a sua tenda; e os servos de Isaque abriram ali um poço. Abimeleque, seu amigo Austate e Ficol, comandante do seu exército, saíram de Gerar para encontrar Isaque.


Isaque perguntou: — Por que vocês vieram à minha presença, se me odeiam e me expulsaram do meio de vocês? Eles responderam: — Vimos claramente que o Senhor está com você. Então pensamos que seria bom se houvesse um juramento entre nós e você. Queremos fazer uma aliança com você. Você jura que não nos fará mal, assim como nós também não fizemos nenhum mal a você, mas fizemos somente o bem e o deixamos ir em paz. Você é agora o abençoado do Senhor. Então Isaque lhes deu um banquete, e comeram e beberam.


Levantando-se de madrugada, juraram de parte a parte. Isaque os despediu, e eles se foram em paz. Nesse mesmo dia, vieram os servos de Isaque e, dando-lhe notícia do poço que tinham cavado, lhe disseram: — Achamos água. Ao poço, Isaque deu o nome de Seba. Por isso, Berseba é o nome daquela cidade até o dia de hoje.

Isaque, filho de Abraão, estava debaixo de promessas. Por esse motivo, não desistiu diante das dificuldades da vida.


Guarde isso:

Quando andamos debaixo da direção e da bênção de Deus, as situações adversas não podem nos deter.


O contexto de Isaque era totalmente desfavorável, pois houve uma série crise. Era um período de muita miséria. Buscar refúgio na terra dos filisteus era uma missão suicida.


No meio de tanta angústia e dificuldade, Deus dá uma direção para Isaque, que parecia ser uma grande loucura:


Gênesis 26.2 a 4: O Senhor apareceu a Isaque e lhe disse: — Não desça ao Egito, mas fique na terra que eu lhe indicar. Habite nela, e serei com você e o abençoarei. Porque a você e à sua descendência darei todas estas terras e confirmarei o juramento que fiz a Abraão, o seu pai. Multiplicarei a sua descendência como as estrelas dos céus e a ela darei todas estas terras. Na sua descendência serão benditas todas as nações da terra, porque Abraão obedeceu à minha palavra e guardou os meus mandamentos, os meus preceitos, os meus estatutos e as minhas leis.


Naquele momento, Isaque era um imigrante, ou seja, não teria direitos! Mas Deus queria mostrar que a bênção não estava nos ambientes, mas na promessa!


Romanos 4.11 a 13: E Abraão recebeu o sinal da circuncisão como selo da justiça da fé que teve quando ainda não havia sido circuncidado. E isto para que ele viesse a ser o pai de todos os que creem, embora não circuncidados, a fim de que a justiça fosse atribuída também a eles. Ele é também pai da circuncisão, isto é, daqueles que não são apenas circuncisos, mas também andam nas pisadas da fé que teve Abraão, nosso pai, antes de ser circuncidado. A promessa de que seria herdeiro do mundo não veio a Abraão ou à sua descendência por meio da lei, e sim por meio da justiça da fé.


Deus havia reservado para Isaque o que tem para a igreja:

#1 VITÓRIA CONTRA TODOS OS CATIVEIROS ESPIRITUAIS QUE O INIMIGO QUER NOS IMPOR


Gênesis 26.28 e 29: Eles responderam: — Vimos claramente que o Senhor está com você. Então pensamos que seria bom se houvesse um juramento entre nós e você. Queremos fazer uma aliança com você.

Você jura que não nos fará mal, assim como nós também não fizemos nenhum mal a você, mas fizemos somente o bem e o deixamos ir em paz. Você é agora o abençoado do Senhor.


#2 NOS DIFERENCIAR PELA PROMESSA


Gálatas 3.17: E digo isto: uma aliança já anteriormente confirmada por Deus não pode ser revogada pela lei, que veio quatrocentos e trinta anos depois, a ponto de anular a promessa.


#3 PELA PERSEVERANÇA, CHEGARMOS AO NOSSO REOBOTE


Gênesis 26.22: Partindo dali, Isaque cavou ainda outro poço. E, como por esse não houve conflito, deu-lhe o nome de Reobote. Ele disse: — Porque agora o Senhor abriu espaço para nós e vamos prosperar nesta terra.


Redação

Últimas