top of page

Seca do rio Eufrates relembra profecia bíblica de Jeremias


A região conhecida antigamente como Crescente Fértil está na iminência de uma terrível crise alimentar e hídrica.


De acordo com a Reuters, autoridades iranianas apontam que por três anos consecutivos a estação chuvosa começou mais tarde e terminou mais cedo do que o normal, reduzindo a média histórica. Isso fez com que o volume de águas nos rios Tigre e Eufrates diminuíssem.


Com 2.700 km de extensão, o rio Eufrates é uma das principais fontes de água potável e, ainda, é responsável por alimentar três usinas hidrelétricas, que levam eletricidade para três milhões de pessoas na Síria.


O Eufrates aparece na Bíblia em diversas passagens. Em Gênesis 2.14, foi descrita como um dos rios que fazem fronteira com o Jardim do Éden.


Em Gênesis 15.18, o rio foi nomeado como um dos limites da terra que Deus concedeu aos descendentes de Abraão:


“Naquele mesmo dia fez o Senhor uma aliança com Abrão, dizendo: tua descendência tenho dado esta terra, desde o rio do Egito até ao grande rio Eufrates”.


O que mais chama atenção é o fato de Jeremias ter profetizado sua seca:


Jeremias 50.38 e 39: “A espada virá sobre as suas águas, e estas secarão; porque é uma terra de imagens de escultura, e os seus moradores enlouquecem por estas coisas horríveis. Por isso, as feras do deserto com os chacais habitarão na Babilônia; também os avestruzes habitarão nela. Nunca mais será povoada, nem habitada de geração em geração.”


De acordo com a Organização das Nações Unidas, 90% da colheita do Iraque foi comprometida por causa da seca.


“A desertificação agora ameaça quase 40% da área de nosso país – um país que já foi um dos mais férteis e produtivos da região”, disse o presidente do Iraque, Abdul Latif Rashid.



Redação

Commentaires


Últimas

bottom of page