Em debate, Bolsonaro reafirma os pilares de sua campanha

O debate na TV Globo na noite de quinta (29) para sexta-feira (1º), que reuniu sete candidatos à Presidência da República, foi marcado por batalhas de direitos de resposta e discussões. Pandemia, educação, fome, desmatamento e corrupção foram os temas mais abordados nas mais de três horas de embate.

Além de Bolsonaro e Lula, também participaram do encontro Ciro Gomes (PDT), Simone Tebet (MDB), Soraya Thronicke (União Brasil), Felipe D'Avila (Novo), e padre Kelmon (PTB).


O atual presidente aproveitou a oportunidade para relembrar as reformas feitas durante a pandemia:

Ele também alfinetou: “Eu acabei com a mamata. E a Rede Globo foi uma que eu acabei com a mamata”. Em seu direito de resposta, também chamou Lula de mentiroso, ex-presidiário e traidor da Pátria.


Bolsonaro foi o último candidato a apresentar suas considerações finais no debate eleitoral promovido pela TV Globo. Em seu pronunciamento, ele disse que defende “Deus, Pátria, família e liberdade”.


“Temos um governo que está rompendo quatro anos sem corrupção. Um governo que respeita a família brasileira e diz não ao aborto! Um governo que quer continuar com seu voto para que a felicidade chegue aonde tenha que chegar, a você. Brasil acima de todos, Deus acima de todos”, afirmou ele.


Redação

Últimas